Adbox

sabato 14 giugno 2014

O Brasil vai ganhar essa Copa


Jorge Reis da Costa Kajuru Nasser , meglio conosciuto come Jorge Kajuru, è un giornalista sportivo, radiofonico e presentatore televisivo brasiliano. Jorge è noto per aver dato dichiarazioni controverse e opporsi alla merchandising nei telegiornali. È stato licenziato da vari posti in cui ha lavorato e si è dimesso dalla RedeTV! La vita di George Kajuru è pieno di polemiche. Per il suo atteggiamento molto critico, ha fatto molte accuse contro la corruzione e la cattiva gestione. Influenzato da politici corrotti e potenti, Jorge fu allontanato dallo Stato di Goiás dall'allora governatore Marconi Perillo. Kajuru successivamente scrisse un libro in cui tutta la corruzione dell'allora governatore fu sventata (Dossier K), libro che fu consegnato presso l'Università Federale di Goiás. Un sondaggio del 2004 dimostrò che, fino a quel momento, Kajuru rispondeva per 109 denunce, la maggior parte per calunnia e diffamazione, in quattro stati diversi. Solo in Sâo Paulo esistono 30 casi penali contro di lui. Il giornalista fu condannato a pagare 100 salari minimi (30.000 R$) a titolo di risarcimento per il governatore morale di Goiás, Marconi Perillo . Pesa contro di lui una sentenza definitiva nella causa intentata da Marconi, dove deve scontare una pena di 1 anno e 6 mesi in una prigione a cielo aperto per reati contro l'onore. Jorge Kajuru è stato condannato a 18 mesi di reclusione in una prigione a cielo aperto per diffamazione contro l'Organizzazione Jaime Camara (OJC) e contro il presidente della società, Jaime Junior Chamber durante la trasmissione di Radio K s 'in Brasile nel 24 gennaio 2001. Kajuru è stato inoltre condannato a un mese e cinque giorni di detenzione in una prigione a cielo aperto per offendere l'onore del collega giornalista sportivo Milton Neves. Per la presentatrice Luciana Gimenez, il commentatore ha dovuto pagare un indennizzo di 40.000 R$ per danni morali, oltre a pagare gli interessi e l'inflazione, a partire dall'inizio del processo. Atualmente presenta il programa "O incrível Kajuru" e il talk-show "Kajuru Pergunta" Questa é una parte della sua intervista nel programma "Conexão Repórter" della SBT.


'O Brasil vai ganhar essa Copa para manter a dinastia desses bandidos', afirma Jorge Kajuru

O "Conexão Repórter" (SBT) entrevistou duas figuras polêmicas nesta quarta-feira (11): o ator Alexandre Frota e o jornalista esportivo Jorge Kajuru. Mas como hoje (12) é dia de estreia de Copa do Mundo, foram os depoimentos enfáticos do jornalista que ganharam destaque. Aqui está o trecho mais contundente da entrevista. 

"O seu talento é inquestionável, indiscutível", declarou o apresentador Roberto Cabrini, "vale a pena viver dessa forma, arrumando tanta confusão?", perguntou ao colega. "Mas pra que talento na televisão? A televisão quer idiota!", respondeu Kajuru assim na lata. 

"E essa Copa do Mundo no Brasil, quem vai ganhar?", perguntou Cabrini. "Conforme eu te falei em fevereiro de 2010, o Brasil perderia a Copa de 2010 e ganharia essa de 2014 aqui em casa, sendo hexa, para manter a dinastia desses bandidos que comandam o futebol e estão aí eleitos", afirmou Kajuru. 
"O Felipão já sabe que o Brasil vai ganhar a Copa?", quis saber Cabrini. "O Felipão sabe e não fala pra ninguém!", respondeu sem titubear o jornalista. "Você acha que ele sabe?", arriscou Cabrini. "Eu tenho certeza. Ele já falou pra mim.", confirmou Kajuru. "O que é que ele te falou?", insistiu o repórter. "O futebol é decidido 60% extra campo e 40% dentro de campo", contou Kajuru. 

"E os jogadores vão pactuar com isso, ou eles não sabem?", perguntou Cabrini. "Os jogadores do Brasil sabem que entram em campo tendo uma vantagem: na dúvida, o juiz é nosso", afirmou Kajuru. "Mas não têm certeza?", instigou Cabrini. "Eles (jogadores) têm a certeza de que o juiz é nosso. Eles só têm que fazer a parte deles, os 40%. Copa é negócio! Futebol, Cabrini, é negócio – não se iluda!", declarou Kajuru convicto. 

Então o jornalista solta o verbo de vez: "Tudo o que eu falei pra você lá atrás, eu fui confirmar agora com o Ricardo Teixeira e o João Havelange que tiveram que renunciar aos seus cargos evitando a prisão! Porque a FIFA própria apresentou ao mundo documentos de corrupção de ambos". 

Cabrini resolveu colocá-lo contra a parede: "Pra você não precisa nem jogar, a Copa já está definida? E o ganhador é?". "O ganhador?", diz Kajuru com desdém, "é o dono da FIFA – ele vai sair do Brasil com 10 bilhões no bolso de lucro e não vai pagar nem imposto!", afirma o jornalista esportivo. 

Mas Cabrini volta ao vencedor: "Você tem certeza de que o Brasil vai ganhar a Copa?". "Claro", retrucou Kajuru simplesmente. "E se não ganhar?", não desistiu Cabrini. "Se não ganhar, meu amigo, vai ser aquela coisa seguinte: é a prova de que Deus existe!". 

E, retomando o fôlego, continuou: "Será a prova de que deu uma 'zebra', ou seja, que a seleção jogou mal pra caramba...por isso é que eu quero que na Copa arrebente tudo! Aliás, eu dou um prêmio para quem der uma 'ovada' na cabeça daquele Joseph Blatter (Presidente da FIFA), que é o maior ladrão público da história do futebol mundial". 

"Se você fosse começar de novo, você arrumaria tanta confusão? Faria tudo de novo?", indagou Cabrini. "Faria tudo de novo e com mais vontade ainda!", replicou Kajuru. "Os mesmos inimigos?". "Os mesmos...ah, eu tenho um prazer, né?!", concluiu. 

No encerramento, foi aproveitado um depoimento de despedida de Jorge Kajuru em um programa seu: "Voltar eu não sei se eu volto. Eu só acho que volto. De repente, de hoje pra amanhã, eles me mandam embora pelo que eu falei hoje aqui. Então, talvez eu volte amanhã! Tchau!". 


Nessun commento:

Posta un commento