Adbox

lunedì 24 marzo 2014

Brazil for beginners


Ultimamente non é che ci sia molto da raccontare su quello che avviene in Brasile. L'unica notizia degna di nota é che la beneamata Presidente Dilma sembra che non abbia letto bene il contratto per l'acquisto di una raffineria a Pasadena, nello Stato del Texas (USA). Ovviamente lei accusa la Petrobras per avergli comunicato informazioni non complete, ma rimane il fatto che durante l'asta un'altra impresa belga, la Astra Oil, nel 2005 aveva comprato questa raffineria per 42,5 milioni di dollari e, nel 2006, la Dilma comprò solo metà di questa installazione per la "modica" cifra di 317 milioni di dollari americani. Come se non bastasse, nel 2012, per una clausola contrattuale, la Petrobras fu obbligata a comprare l'altra metà, arrivando così a spendere 1,2 miliardi di dollari (contro i 42,2 milioni dell'Astra Oil)! Ma tanto siamo noi poveri contribuenti che paghiamo...

Quindi di cosa potremmo parlare? Di calcio, cosa se no? Secondo una recente ricerca di Datafolha, il 24% dei brasiliani intervistati pensa che la Coppa del Mondo sarà un disastro, il 30% pensa che non sarà nulla di speciale mentre il 46% pensa che sarà ottima. Da notare che i più ottimisti sono quelli con meno scolarità e di minor rendita (e questo forse vorrà dir qualcosa).

Fonte: Folha.com

Altra notizia é che la FIFA, grandissima Federazione a scopo di lucro, aveva pubblicato nella sua rivista settimanale Fifa Weekly una specie di guida per gli tifosi stranieri che partecipassero alla Coppa del Mondo. Ma avendo una grande sensibilità (ma soprattutto per non inimicarsi il Brasile che gli sta versando una valanga di milioni nelle loro tasche) ha deciso di eliminare tali preziosi consigli dalla rete. Per fortuna, anche se ormai non é più disponibile nel loro sito, cercando su internet si trova ugualmente. Questa é la versione, in portoghese, della guida FIFA auto-censurata:

As “10 DICAS” da FIFA para estrangeiros no Brasil

1 – “Sim” nem sempre quer dizer “sim”
Brasileiros são pessoas alegres e otimistas e nunca começarão uma frase com a palavra “não”. Existem, porém, graus de afirmação quando eles utilizam a palavra “sim”. De fato, para os brasileiros, “sim” significa “talvez”, então, se alguém falar para vc: “Sim, eu te ligo de volta”, não espere que o telefone vá tocar nos próximos cinco minutos.

2 – Horário flexível
Pontualidade não é uma ciência exata no Brasil. Quando marcar um encontro com alguém, ninguém espera que você estará no lugar combinado na hora exata. O padrão é geralmente contar com um atraso de 15 minutos.

3 – Contato corporal
Homens e mulheres brasileiros não estão familiarizados com o costume europeu de manter uma certa distância entre as pessoas. Eles falam com as mãos e não hesitarão em tocar nas pessoas com quem estão conversando. Em boates, isso pode facilmente se transformar num beijo, mas isso não deve ser mal interpretado. Um beijo no Brasil é uma forma descontraída de comunicação não-verbal e não um convite para ir mais além.

4 – Filas
Ficar pacientemente aguardando em uma fila não está no DNA do brasileiro. Subindo em uma escada rolante, por exemplo, o modelo britânico de formar uma fila em um dos lados não existe. Pelo contrário, os brasileiros preferem cultivar o caos e, de algum modo, encontrar uma maneira de chegar lá em cima (geralmente).

5 – Moderação
Se você for a uma churrascaria que oferece tudo o que você pode comer e imediatamente quiser partir para o menu de carnes, lembre-se de duas coisas: não coma nada por pelo menos 12 horas antes e coma a comida em pequenas quantidades, porque as melhores carnes geralmente são servidas apenas no final.

6 – Sobrevivência do mais forte
Nas ruas, os pedestres são totalmente ignorados e, mesmo nas faixas de pedestres, dificilmente algum motorista irá parar de forma voluntária. A única prioridade respeitada pelos motoristas é simplesmente definida pelo veículo de maior tamanho.

7 – Experimente um pouco de açaí
Os frutos da Amazônia fazem maravilhas. Eles são agentes emagrecedores naturais, previnem rugas e dizem que têm o mesmo efeito de uma bebida energética. Algumas colheradas em um desses, durante o intervalo, podem ajudar até o mais cansado dos jogadores de futebol a recuperar sua energia.

8 – Topless
A imagem de mulheres com pouca roupa e fantasias pelo corpo, talvez sejam comuns no carnaval, mas isso não é o que você verá no Brasil no dia a dia. De fato, apesar dos biquínis brasileiros serem menores que os europeus, as brasileiras nunca fazem topless na praia. Bronzear-se na praia fazendo topless é proibido e pode resultar em multa.

9 – Não fale Espanhol
Os turistas que tentarem se comunicar em espanhol no Brasil terão a sensação de estarem falando com surdos. A língua nacional do país e o português brasileiro, uma variante do português. E se você falar que Buenos Aires é a capital do Brasil, pode esperar para ser deportado.

10 – Tenha paciência
No Brasil, as coisas são geralmente feitas no último minuto e, se existe alguma coisa que todos os turistas devem se lembrar, é: não perca a paciência e mantenha os nervos calmos. No final, tudo dará certo e ficará pronto a tempo. Isso vale inclusive para os estádios de futebol. De fato, a filosofia de vida dos brasileiros pode ser resumida com a seguinte frase: “relaxa e aproveita” (“relax and enjoy”).

Ovviamente molti brasiliani si sono sentiti offesi per questi consigli, ma si sa, la verità fa sempre male.

Show comments
Hide comments

1 commento:

  1. alcuni punti saranno un pó stereotipati ma bene o male é cosí, non hanno niente da offendersi. Soprattutto il punto 6 é una veritá inconfutabile, ed é bene che i turisti sappiano come attraversare le strade :)
    Non vedo l'ora he sta dannata coppa inizi e finisca in fretta

    RispondiElimina